logo

Os prédios de Santos

Voltar
por Mariana Valente
Dia desses me deparei com uma informação que me deixou boquiaberta, Santos é a cidade mais verticalizada do Brasil, são 63% de prédios.

Dia desses me deparei com uma informação que me deixou boquiaberta, Santos é a cidade mais verticalizada do Brasil. Isso quer dizer que Santos tem 63% de prédios contra 37% de casas quando falamos de urbanização.

Honestamente, eu não fazia ideia.
Sempre achei que São Paulo era a campeã no quesito “mais prédios”, mas a verdade é que a Capital Paulista nem aparece no top 10 das cidades mais verticalizadas do país.

Em contrapartida, São Paulo é campeã absoluta quando falamos de unidades, ou seja, cada domicílio tipo apartamento. São mais de 1.009.000 apartamentos, contra 91.000 e poucos da Baixada Santista, que ficou em décimo lugar na pesquisa!

Curioso, não?

Porém, este fato pode ser facilmente explicado por um simples fator, Santos ainda tem muitos predinhos e edifícios mais baixos. Já em São Paulo, os aranha-céus são a maioria!

Na cidade de Santos, existia um limite máximo para as edificações, que variava de 9 a 13 pavimentos, de acordo com cada região. Foi com a mudança do Plano Diretor do Município em 1998 que as coisas passaram a ser diferentes e os prédios mais altos começaram a surgir por aqui.

E foi exatamente após essa mudança, que a cidade passou por um grande boom imobiliário, impulsionado também pelas pesquisas do pré-sal que agitaram a cidade e encheram investidores, construtoras e incorporadoras de expectativas.
A mudança foi nítida, onde antes só existiam casas e prédios menores, agora existem grandes empreendimentos de torres altas, que oferecem os mais variados luxos para os condôminos, ninguém precisa sair do condomínio para sentir que está dentro de um clube.

Mas os predinhos também resistem e nós, particularmente, adoramos isso.
Em alguns bairros, como a Pompeia por exemplo, ainda é cheia de agradáveis surpresas e descobertas, são muitos predinhos e casarões que se conservam e fazem parte da cultura do bairro.
Os predinhos contam a história de muitas famílias que construíam edifícios para que todos pudessem estar juntos no mesmo terreno e de quebra, muitas vezes, também se tornava uma fonte de renda, pois as unidades do fundo, ou laterais acabavam sendo alugadas.

A parte boa disso tudo? A parte boa é que Santos hoje é uma cidade que atende bem todo tipo de busca no setor imobiliário, tem lançamentos, tem condomínios cheios de opções de lazer, tem prédio mais antigo pra quem busca janelão e pé direito alto, tem predinho de 3 ou 4 andares pra quem quer mais tranquilidade, tem casa pra quem não abre mão de um quintal com terra de verdade… por aqui, ninguém passa vontade!

E agora vou deixar uma dica, ou melhor, duas: Se você curte os Prédios de Santos e as Casas de Santos, siga o Instagram @prediosecasasdesantos, mas se a sua paixão for os Predinhos eu indico a @predinhos_de_santos.

A foto lindíssima que ilustra este texto é do Gabriel do @santosdrone.

 

 

 

compartilhe

sobre o autor

Mariana ValenteCorretora Associada

Nascida e criada em Santo André, talvez seja a paulista mais mineira que você vai encontrar por aí. Não se surpreenda se a ouvir falando "Uai, mas esse trem é bão demais" enquanto fala de um 'qu...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 13 98193-6598
valente@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?