Um Domingo de Festa e Artes em Pinheiros

Voltar
por Alessandra Felix

Domingo festivo em Pinheiros, afinal um dos bairros mais antigos de São Paulo fez 458 anos!

 

Um pouquinho de história para ilustrar todo esse tempo: o bairro nasceu de um pequeno agrupamento indígena, no Largo da Batata –  em 1560 os índios fugiram da expansão portuguesa e estabeleceram-se na região. Entre o final do século XIX e começo do século XX o dinheiro proveniente da exportação de café proporcionou o avanço do bairro.

Atualmente, Pinheiros é uma das regiões mais procuradas de São Paulo, por sua grande e diversificada rede comercial e intensa vida cultural, com bibliotecas, livrarias, casas noturnas, bares, feiras de artes e antiguidades, etc.

A comemoração não poderia ser diferente! O Festival de Pinheiros traz, anualmente, uma bela festa de rua – na Rua dos Pinheiros, fechada para veículos entre a Praça Portugal e a Rua Mourato Coelho. Muita diversão, gastronomia e música para os pinheirenses e bem-vindos visitantes.

O evento, na sua 5a edição, foi organizado pela Associação Coletivo Pinheiros (com moradores e comerciantes do bairro) e começou da melhor forma possível: uma “cãominhada” que terminou com o plantio de uma árvore e deu início à festa, pensada para ocupação do espaço urbano com muito lazer e cultura.

 

Com essa vizinhança animada não dava pra ficar em casa! O Sol também estava presente e deixou a rua mais convidativa: todos passeando, curtindo música, rindo, dançando, passeando com seus filhos – humanos e caninos! Cheiros irresistíveis dos restaurantes e food trucks presentes, música para todos os gostos: mariachi, R&B, Folk, Rock, Samba-rock… neste último palco muita alegria e dança, inclusive de pessoas em situação de rua que curtiam um merecido momento de alegria.

 

 

Um Tim Maia e um Djavan depois, caminho mais um pouco e chego à área destinada à criançada – bambolês, jogos e um espaço reservado para carrinhos de rolemã – há quanto tempo não via isso… trouxe lembranças de quando eu era uma menina (moleca, na verdade!) e participava de competições na rua.

Para terminar o passeio, beleza para os olhos no Centro Cultural B_ARCO, que abrigou neste fim de semana “A Outra Feira de Arte – No. 5”, evento itinerante de artes visuais com a proposta de democratizar o acesso a obras de arte e artistas. Lindos trabalhos como os dos artistas Ana Gentil, Luiz Basile e Luciana Saad, entre outros, que trouxeram encantamento ao meu Domingo. A Outra Feira, com idealização e curadoria de Lilian Bado acontece duas vezes ao ano desde 2016.

 

  

Bora começar mais uma semana com a bateria recarregada!

Não deixe de conhecer estes eventos em suas próximas edições!

compartilhe

sobre o autor

Alessandra FelixCorretora Associada

Administradora de Empresas formada pela PUC-SP, desenvolveu sua carreira em Recursos Humanos, onde desenvolveu sua paixão por relações interpessoais. Acredita que os relacionamentos podem ser colab...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 99104-1588
alessandra.felix@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?