logo

Você conhece o Cine Fiammetta em Pinheiros?

Voltar
por Alessandra Felix

Cinema, para mim, é algo conectado diretamente à emoção. Não pelos filmes em si mas por tudo que está ligado à ação de “ir ao cinema” – a companhia, o lugar, a rua… Pois é, a rua! Minha primeira vez no cinema foi no Centro da Cidade, num dos vários cinemas que existiam no centro velho. Eu tinha uns 8 anos de idade e quem me levou foi meu tio acompanhado da futura esposa (algo que eles devem ter se arrependido pelo resto dos dias pois o filme era “Bambi” e eu abri o berreiro quando matam a mãe dele – Ops… Spoiler!).

A questão é que os cinemas de rua diminuíram e MUITO na cidade de São Paulo.

Na década de 70, pela chegada e popularização da TV, do VHS (o famigerado Vídeo-Cassete), do crescimento da metrópole que trouxe problemas sociais e inchaço populacional – especulação imobiliária, problema da violência…. Enfim, lá pelos idos dos anos 80 muitos cinemas de rua passaram a exibir filmes pornográficos ou foram transformados em igrejas, sacolões, estacionamentos. Por estas razões e até porque a dimensão das antigas salas não comportava mais o número de lançamentos (uma grande sala não dá giro à quantidade de títulos que são lançados anualmente) as pequenas salas de shopping se multiplicaram, transportando aquele lazer que antes acontecia no aberto das ruas para as alamedas dos shopping centers.

Mas é muito mais gostoso frequentar um Cine de rua, não é? Prezar e recuperar espaços proporcionando o encontro PESSOAL e de ideias. Coisas que recomeçamos a valorizar há pouco tempo e que é muito bom! Ainda mais se for no seu bairro!

Aqui em Pinheiros temos o CINESALA, na Rua Fradique Coutinho, 361 – no coração do bairro (e quase da Vila Madalena). Este cinema de rua é um dos poucos que restou em Sampa e resiste bravamente, desde 1962. Ele nasceu como “Cine Fiammetta” em 12 de Julho de 1962 com o slogan “O Cinema Elegante de São Paulo” e teve como primeiro filme exibido “Esse rio que eu amo”, roteiro de Millôr Fernandes e Elenco com Jardel Filho, Odete Lara e Tônia Carrero. Nos anos 80 enfrentou um período de decadência até que a Cinemateca o comprou em 1988 para exibir filmes clássicos e raros.

Importante dizer que nesta época o cinema passou pelo restauro do arquiteto Walter Ono, recuperando características originais do Edifício, próprias do estilo dos anos 60, como colunas revestidas de vidrotil e paredes com tijolos de vidro.

Em Outubro de 1999 nova mudança de direção e reinaugurado com o nome “Sala UOL de Cinema”, passando por outras mudanças no futuro: “IG Cine” no final de 2007, “Cinema da Vila” em Julho de 2009, “Cine Sabesp” em Junho de 2010, “CineSala SABESP” e finalmente CINESALA, em 2015.

Passou por nova reforma, recuperando e preservando detalhes da arquitetura original com projeto de Marcel Steiner e mobiliário de Ruy Ohtake e Zanine Caldas. Dirigido pelos sócios Adhemar Oliveira, Paulo Velasco, Raí e Rodrigo Makray, a CINESALA chegou com a proposta de revitalizar o cinema de rua, misturar filmes de arte com títulos mais comerciais e atender um púbico diverso, de universitários à terceira idade. Nas palavras de Adhemar Oliveira, “Cada sala de cinema de rua preservada é uma garantia de preservação urbana, ao mesmo tempo em que contribui para a diversidade cultural de nossa gente”.

Espaço charmoso, conta com sofás acolchoados (quase divãs), que ocupam as primeiras fileiras da sala para quem quer curtir um filminho com conforto de casa e recentemente, um Bar de drinks e comidinhas, o Barouche Pipoca – filial do Bar Barouche no Centro.

Quer mais?

Desde 2017 recebe o Projeto Replicante nas últimas quintas-feiras do mês. Projeto dedicado a trazer filmes cult e clássicos de volta à sala de cinema em cópias raras e restauradas, ou melhor dizendo: “OS FILMES QUE AMAMOS, DE VOLTA AO CINEMA”, melhor slogan impossível! Para os amantes de cinema como eu, muita emoção ao rever filmes como “Indiana Jones e Caçadores da Arca Perdida”, “Blade Runner”, “Alien” e “Cabaret” na telona!

Em Novembro, para felicidade dos nostálgicos, em comemoração ao aniversário de 4 anos do CINESALA haverá o lançamento da Cinelândia, evento que igualmente reunirá filmes clássicos, boa música e drinks, com a exibição de “O Iluminado” de Stanley Kubrick.

Está pronto para curtir um cineminha de rua em um dos bairros mais descolados de São Paulo?

 

 

Bibliografia online:
http://salasdecinemadesp.blogspot.com/2013/12/cine-sabesp-o-tradicional-cinema-de-rua.html
https://cultura.estadao.com.br/noticias/cinema,cinesala-sabesp-muda-de-nome-e-comando-e-vira-apenas-cinesala,1627295
https://www.obaoba.com.br/comes-e-bebes/noticia/cinesala-em-pinheiros-ganha-bar-de-drinks-e-comidinhas
http://cinemaemcena.cartacapital.com.br/coluna/ler/762/a-quase-extin%C3%A7%C3%A3o-dos-cinemas-de-rua-no-pa%C3%ADs-e-seus-impactos-culturais

compartilhe

sobre o autor

Alessandra Felix

Administradora de Empresas formada pela PUC-SP, desenvolveu sua carreira em Recursos Humanos, onde desenvolveu sua paixão por relações interpessoais. Acredita que os relacionamentos podem ser colab...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 99104-1588
alessandra.felix@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?