Cara (e cheiro) de Nova York! Mas é baixo Pinheiros!

Voltar
por Alessandra Felix

Nada como começar o ano tomando um café com uma amiga. Melhor ainda se for em um lugar charmoso e cheio de delícias!

Há tempos que passo em frente a esta padaria no Baixo Pinheiros e tenho vontade de conhecê-la. A fachada e o cheiro são convidativos e pessoalmente, ambos nostálgicos por me lembrar das padarias e delis de Nova York.

Surpresa quando descobri que na verdade a inspiração da St. Chico vem da França, país com grande tradição na panificação artesanal e fermentação natural, o famoso levain.

A vitrine é uma verdadeira tentação: Baguete, croissant, brioche, pain au chocolat, entre outros. Escolher fica com o racional, porque se depender dos olhos…

   

A excelente produção fica por conta da fermentação longa e do levain, criado com centeio, mel e água. Também há espaço para as italianas ciabattas e focaccias e opções de lanches e saladas.

O ambiente é pequeno, mas charmoso, com detalhes em madeira clara e azul anil. Na entrada, à esquerda, o balcão onde pode-se fazer o pedido – para levar ou comer ali mesmo –  nas poucas e concorridas mesinhas. À direita, uma prateleira com produtos selecionados para complementar a produção local. Ao fundo, podemos ver a fabricação ao vivo e a cores.

O atendimento foi feito por um rapaz muito solícito e simpático. Aliás, era bem visível que a equipe estava pronta a começar o ano, na primeira sexta-feira de 2019, com muito pique e sorrisos!

Agora, aos curiosos de plantão, vamos falar um pouco mais desse tal de “levain”:

Segundo o site Cuecas na Cozinha, o levain “consiste basicamente na obtenção de uma massa de farinha e água que, exposta ao ar, seja contaminada por microorganismos dispersos no ambiente. Esses microorganismos vão encontrar nesta massa um ótimo meio de crescimento e desenvolvimento, ocasionando uma série de fermentações não controláveis diferentes de quando utilizamos o fermento biológico em qualquer das suas apresentações comerciais.

Essas fermentações incontroláveis vão à maioria das vezes produzir gás carbônico e alguns ácidos, sendo os mais comuns o acético e o lático. Depois de um certo tempo de incubação esta massa infectada por microorganismos tem condições de servir de fermento, ou seja, de agente de crescimento para outras massas.”

Aos cozinheiros corajosos e pacientes (eu, apesar de adorar cozinhar, ainda não me arrisquei neste campo), a rede está cheia de receitas de como fazer a fermentação natural. Um dos meus canais preferidos é o “Le Plat du Jour“, da Uiara Araújo, jornalista brasileira que mora na França desde 2011 e ensina o passo a passo de receitas simples com dicas para adaptar aos ingredientes que você encontra no Brasil.

Dica: essa moça é uma simpatia e tem um grande talento para ensinar receitas deliciosas, já me aventurei em várias e dão super certo! Os vídeos são muito bem feitos, com agradável trilha sonora e apresentações de lugares turísticos na França, Itália e outros. Uma viagem!

Vídeo: “Levain, o que é e como fazer

E então, vamos colocar as mãos na massa?

Para saber mais:
s/padarias/st-chico
https://paladar.estadao.com.br/noticias/restaurante-e-bares,st-chico-e-padaria-de-bairro-mas-leva-o-pao-a-serio,70002208398

Fermento levain para um pão mais saudável

O que é Levain?

Padaria St. Chico
 R. Fernão Dias, 461, Pinheiros – Tel.: 3031-5096
Horário de funcionamento: 8h/20h (sáb., 8h30/13h; fecha dom.)

compartilhe

sobre o autor

Alessandra FelixCorretora Associada

Administradora de Empresas formada pela PUC-SP, desenvolveu sua carreira em Recursos Humanos, onde desenvolveu sua paixão por relações interpessoais. Acredita que os relacionamentos podem ser colab...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 99104-1588
alessandra.felix@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?