logo

O que se leva dessa Quarentena, é a Quarentena que se leva

Voltar
por Bel Herbetta
Quarentena

Estive pensando, depois de mais de um mês em quarentena, já dá para perceber algumas mudanças e descobertas que aconteceram com você nesse período né, Bel?

Não, você não teve nenhum “antes e depois” digno de ficar para a história, nenhuma iluminação búdica ou algo do tipo!

Mas aqui e ali, essa quarentena foi te mostrando algumas coisas sobre você mesma.

Como você adora listas, vamos listar algumas:

*

Beleza

*

-Sim, você precisa usar máscara de cílios para se sentir acordada!

-Não, você não precisa pentear o cabelo.

*

*

Saúde

*

-Sim, você conseguiu adquirir o hábito de beber mais água.

-Não, você não conseguiu se exercitar todos os dias. Mas conseguiu se adaptar com um aplicativo que te permite fazer yoga em casa, pelo menos alguns dias por semana. E até uma ou outra aula de jazz!

*

Trabalho

*

-Sim, você realmente mergulha de cabeça no trabalho – o difícil é manter o nível de energia que você mesma estabeleceu.

-Não, você nunca vai sentir que deu conta de fazer tudo o que queria no dia, na semana, no mês. Sua “to do list” é sempre maior do que você dá conta, e tá tudo bem! Olha quanta coisa você conseguiu fazer.

*

Quarentena

*

Lazer

*

-Não, você realmente não nasceu para assistir televisão. Dificilmente te entretém.

-Sim, você adora livros, artesanato, receitas, música, fotografia e muito mais… mas você não tem disciplina e acaba não se aprofundando em nada (continue jogando a culpa no seu signo de Áries).

*

Casa

*

-Sim, você adora ter tudo limpo, organizado e arrumado.

-Mas você consegue bagunçar tudo na mesma medida. Será esse o tal “Caminho do Meio”?

*

Espiritualidade

*

-Sim, você conseguiu se conectar quase todos os dias com “o povo lá de cima”.

-Não, não foi tanto quanto você gostaria, mas talvez você esteja sendo muito exigente, né?

*

 

Quarentena

@karenaraujofoto

*

Família

*

-Sim, você consegue sobreviver à quarentena com sua família italiana barulhenta, sua sobrinha que adora gritar, seu cunhado que adora cozinhar, 3 gatos e 1 cachorro, mesmo gostando de silêncio e solidão.

-Sim, você teve muita sorte de estar com eles, se reaproximar, conviver, ter sempre companhia e contar com uma ajuda inestimável. É gratidão que fala?

*

Amigos

*

-Sim, amigos, novos e velhos e, especialmente, Refugiados, foram essenciais para sua sanidade, sobrevivência e, principalmente, diversão!

-Não, aqueles amigos que você achava que não tinha mais contato por falta de tempo, não era por falta de tempo.

*

E lembre-se, você não está só!

*

compartilhe

sobre o autor

Bel HerbettaCorretora Associada

Nascida e criada em Perdizes, foi com o tempo que passou a valorizar e (re)descobrir as qualidades e pontos fortes do bairro. Durante as aulas de Urbanismo, quando cursava Arquitetura no Mackenzie (l...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 99192-9719
bel@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?