Como me tornei corretor de imóveis em São Paulo

Voltar
por Matteo Gavazzi

Um pouco da minha história de vida e como me tornei corretor de imóveis…

Morei no estilo “república” durante 3 anos, mais precisamente no quartinho de empregada, daqueles sem janela com saída pra lavanderia. Pra melhorar era jovem e destemido e o colchão era barato e inflável. Não mudaria nada, foi divertidíssimo e tive a sorte de morar com pessoas interessantes.

Cada um me ensinou alguma coisa.

Atuei como “emprendeiro”(que è um empreiteiro empreendedor) reformando apartamento para revendê-los, para mim e para os outros. Vivendo na obra, pintando sozinho, ficando ate as 3 da matina lixando o piso de mármore da cozinha, fiz um pouco de tudo, ate enfiar a mão nos ralos entupidos.

Me habilitei como corretor de imóveis, trabalhei onde eu queria e onde eu não queria, gostei e desgostei mas no fundo tenho a certeza que achei meu canto no mundo. Algo que me dá prazer, algo que me apaixona e me faz pular da cama todos os dias.

Como cada bom imigrante da velha bota, trabalhei também em um restaurante italiano que estava indo mais ou menos, a comida era boa, mas o resto, ambiente e serviço, precisavam de uma mãozinha.

Em dois anos ganhamos o prêmio Veja Comer & Beber como melhor cantina italiana de SP.

Voltei pra faculdade e me formei em Design de interiores no IED, dando seguimento a uma paixão dormente que sempre tinha mexido comigo e que tinha tudo a ver seja com o “emprendeiro” que com o corretor de imóveis.

Juntei esses dois mundos, o da reforma e o dos negócios, criando a Refúgios Urbanos, que atua como imobiliária especializada em predios históricos assim como age em primeira pessoa na preservação e valorização a arquitetura boa do centro de SP, mostrando para as pessoas como è bom ter um bom apê em um prédio charmosão.

Acabei ganhando um sócio pra lá de especial e vários associados incríveis, e nos mudamos para um escritório pra lá de charmoso no Palacete Chavantes! O que pedir mais? Nada ne?

Mas como a vida è uma caixinha de surpresas e você nunca sabe o que vai acontecer…. algo totalmente novo e único surgiu:

De um encontro fortuito nasceu a possibilidade de trabalhar na Wiman, uma start-up italiana incrível, pulei no escuro e abracei o mundo da internet social com todas minhas forças. Voltei a ter dois trabalhos, como na boa e velha adolescência quando trabalhava como garçom de dia e entregava pizzas de moto a noite.

Dei asas ao projeto Prédios de São Paulo que junto aos meus inigualáveis parceiros rendeu dois livros maravilhosos que arrecadaram 360 mil reais por meio de financiamento coletivo e 9000 copias produzidas para os apoiadores.

Sempre lidei com a minha vida de Romano na Paulistânia como se fosse uma grande aventura. Foi e continua sendo assim. Resumindo dessa maneira parece que foram somente sorrisos e alegrias, não, não foram. Mas do que vale se lembrar e focar nas derrotas? Cair serve pra levantar. Só isso.

Aprendi que a felicidade è uma escolha diária e depende só de nos.

A São Paulo devo as oportunidades, a vida paulistana devo os novos amigos, a mim devo a garra e a vontade de trabalhar duro, ao destino devo a sorte, que sempre me premiou, a minha mãe devo a educação que me deixou sempre de cabeça erguida em qualquer situação.

Foram 7 anos maravilhosos onde alcancei muito mais do que eu podia imaginar. Que venham mais cinco, estou mais pronto do que nunca!

Foto: Milena Leonel

compartilhe

sobre o autor

Matteo GavazziSócio-Fundador

Nascido em Roma, Itália, onde viveu até seus 20 anos, mudou-se para São Paulo em 2010, fazendo o mesmo caminho e trazendo os mesmos sonhos de Giuseppe Martinelli, um de seus maiores inspiradores. ...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+ 55 13 98193-6200
[email protected]

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?