ESTE NÃO SERÁ SEU ÚLTIMO APÊ!

Voltar
por Matteo Gavazzi

Uma das coisas mais difíceis para quem está comprando o primeiro imóvel é o nível de expectativas envolvidas.

É uma transação muito importante.

Normalmente, a mais importante, até então, da vida do cliente. Seja em termos emocionais, pelo o que a casa própria representa, ou seja em termos financeiros.

É muita coisa para ser absorvida.

A soma desta equação é uma sensação de insatisfação perene por achar que não conseguiremos alcançar tudo que queremos!

Mas calma, para além do jargão da Refúgios Urbanos de que “tudo não terás” (link sacada Camila) vale também ressaltar que este não é só um problema de quem está comprando a primeira casa.

Independentemente dos valores que você tenha para investir, teremos quase sempre algum elemento a mais que poderia deixar aquele lar 100% ideal.

Aquela lavanderia que poderia ser maior, aquele prédio que poderia ficar um quarteirão mais para cima, aquele quartinho a mais para o escritório.

São infinitas as possibilidades!

No final, entendemos a realidade de que o “100% ideal” não existe. Ou melhor, ele só existe emocionalmente, quando nos colocamos dentro do imóvel. Penduramos os quadros, pintamos os cômodos, escolhemos o sofá etc. etc.

Somente nesse momento, num sábado de manhã tomando café e olhando para fora da janela, é que nos daremos conta de que sim, aquele apê ou casa foi a escolha certa pra nós, naquele momento.

MOMENTO : Esta é uma palavra chave.

Sempre que você for escolher um novo lar, pense em duas coisas, momento e liquidez futura.

Devemos Imaginar aquele imóvel para aquele momento.
Cinco anos é um bom cenário para as reflexões necessárias :

É perto do trabalho que tenho hoje?
Serve para a escola das crianças?
Tem lazer por perto das coisas que eu gosto de fazer? E por aí vai…

A soma tem que ter uma média positiva de “SIM” e o que não estiver nesta linha vai requerer um ajuste da nossa parte. Afinal, a vida muda o tempo inteiro.

Quantas coisas já não mudaram para você nos últimos 5 anos?

Será que vale a pena se imaginar em um apartamento por mais que esse tempo?

Ou pior, será vale a pena perder esse apartamento que nos atende em tudo, por um detalhe apenas?

Nosso pensamento precisa ser macro nesses casos, por isso, eu acredito que não.
Que não vale a pena.

O bom de comprar um imóvel que te serve agora, é saber que ele vai ser seu lar nesse período e depois você poderá dar seus pulos e vender – passar para outro.

E aí chegamos na liquidez.

É essencial que você faça sua compra com alguém que possa te dar respaldo sobre os pontos fortes e fracos daquela escolha.

Não tô puxando a sardinha pro meu lado, não.
Acredito fortemente que o nosso trabalho crie valor e indique os melhores caminhos.

Pois, a gente tá aí todos os dias com clientes e aprendemos a refinar os detalhes e as informações que, para o cliente, são uma cascata confusa de elementos.

Nós, após muitos anos, conseguimos ter aquela sensibilidade de entender os “porquês” de cada negócio.

Nossa equipe trabalha regionalmente, cada um é especialista do “seu pedaço”.
Isso faz toda a diferença.

Por exemplo: Aqui na Refúgios Urbanos, avaliamos todos os apartamentos que estão em nossa carteira exatamente para explicar ao cliente, seja proprietário ou comprador, o porquê acreditamos naquela escolha de valor.

Argumentamos sobre a lógica que seguimos, quais as últimas transações parecidas que tivemos, o que acreditamos para aquela região como um todo e o que vemos para aquele imóvel especificamente.

Essas conversas são fundamentais para que as escolhas sejam tomadas com consciência.

Se a compra foi bem feita, ela não será nenhum elefante branco para uma futura revenda e você terá a liquidez certa quando precisar fazer um movimento para outro apartamento ou casa.

E ali estaremos nós novamente para te ajudar nessa nova caminhada.

Nosso escopo é mostrar para você que somos os consultores imobiliários da vida de muitos clientes.

Acompanhamos eles nessas mudanças e seguimos cada etapa.

Então, Relax, CADA APÊ NO SEU TEMPO!

Eu, por exemplo, em minha carreira como consultor, já acompanhei o F. na venda do primeiro apartamento de 1 dormitório, para depois passarmos para a compra e depois venda do segundo apartamento(que ficou pequeno para a família que estava crescendo), para estarmos agora na escolha do novo apê, com 3 dormitórios. A vida tem suas fases e não adianta a gente querer programar tudo. Faça boas escolhas naquele momento específico e no mais, se adapte às mudanças que virão. Pois elas virão. 🙂

Não deixe a compra para depois só porque você não achou tudo o que queria em um apartamento, pois, isso não existe e investir significa acompanhar o mercado.

Por isso lembre, se sua escolha te atender bem naquele período e for um imóvel com liquidez, bem avaliado, em uma boa localização, siga sem medos, pois, ESTE NÂO SERÁ SEU ÚLTIMO IMÓVEL!

A vida ainda vai te surpreender e você vai ser feliz em muitos outros lares!

compartilhe

sobre o autor

Matteo GavazziSócio-Fundador

Nascido em Roma, Itália, onde viveu até seus 20 anos, mudou-se para São Paulo em 2010, fazendo o mesmo caminho e trazendo os mesmos sonhos de Giuseppe Martinelli, um de seus maiores inspiradores. ...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 9 7210-8517
matteo@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?