Bons motivos para morar no Butantã!

Voltar
por Renata Nogueira

O bairro do Butantã, que nasceu de uma grande fazenda e já foi caminho de passagem de bandeirantes e jesuítas, hoje se destaca pelas diversas áreas verdes e cada vez mais fácil mobilidade urbana.

Morar no Butantã é conviver com uma tranquilidade quase interiorana, com natureza brotando da janela e passarinhos cantando o dia todo!

As áreas verdes definitivamente são os grandes atrativos da região. E quando digo área verde não me refiro somente a parque e praças – que existem em abundância por aqui – mas digo também sobre a generosidade dos terrenos das casas, especialmente em lugares como a Previdência e o Morro do Querosene, onde é comum termos terrenos com mais de 300m2 de áreas livres de construção.

Essas características podem nos levar a pensar que o Butantã é um bairro mais afastados dos centros urbanos e comerciais da cidade, mas isso é pura impressão. Basta ampliar um pouco o horizonte para percebermos a posição privilegiada que temos aqui.

Estamos a nada mais do que uma ponte de distância de Pinheiros e os centros comerciais e financeiros das Avenidas Faria Lima e Rebouças. Isso sem contar o fácil acesso a Marginal Pinheiros. Do outro lado, estamos pertinho do bairro do Morumbi, que conta com ofertas interessantes de shoppings – e todos os serviços que esses lugares oferecem como cinemas e teatros -, e escolas conceituadas como o internacional e famoso Colégio Miguel de Cervantes.

Mobilidade urbana também é um ponto forte da região. Recentemente, aliás, foi inaugurada a estação Vila Sônia, da linha amarela do metrô. Então agora o Butantã conta com três estações da linha amarela, que nos leva em vinte minutos até a estação da Luz, e faz paradas estratégicas como no Terminal Pinheiros – modal com estações híbridas de ônibus, metrô e trem, alcançando literalmente qualquer ponto de São Paulo –  na Avenida Faria Lima, na famosa Rua Oscar Freire e na estação Praça da República, já no centro da cidade.

Se falarmos em atividades culturais, ah… nesse quesito o Butantã também não deixa a desejar!

Um dos lugares mais famosos do bairro é o icônico Instituto Butantan, um dos centros de pesquisa científica mais relevantes do pais.

“Criado 1901 como Instituto Serumtherapico de São Paulo, sua principal função era produzir o soro antipestoso contra a peste bubônica que assolava o litoral paulista no final do século XIX. Com a expansão de suas atividades, o Butantan se tornou referência em pesquisa científica e o principal produtor de soros da América Latina e de vacinas consumidas no Brasil”.

Mas além de instituto de pesquisa científica, o complexo conta com diversos museus e programações pra todas as idades. Grande parte de suas atrações são ao ar livre, e os ingressos para os museus não são caros, sendo esse um passeio bastante acessível a muitas pessoas.

O Museu de Arqueologia e Etnologia, mais conhecido como MAE-USP, local pelo qual nutro grande carinho pois fez parte da minha formação acadêmica, também oferece uma agenda cultural agitada, recheada de exposições dinâmicas e interessantes ao público em geral. Vale separar um sábado pra passear por aqui.

E depois disso tudo de cultura, temos que falar de gastronomia, e o Butantã oferece qualidade nesse quesito também!

Tem comida pra todos os tipo e bolsos por aqui. Se a ideia é o combo chopp + batata frita, o clássico Manequinho Butantan é uma super pedida, além de estar num casarão desses que não nos passa despercebido.

Mas se a ideia é uma refeição mais light e natureba, o Botanikafé serve bem do café da manhã ao brunch preguiçoso do finalzinho de sábado. Além de ter gostosas mesas ao ar livre, ele divide espaço com as quadras de beach tennis e vôlei de praia mais disputadas de São Paulo, uma vez que está integrado ao Calçadão SP, um clube com espaço para treinos funcionais, quadras de areia e muito jardim.

Sendo um bairro recheado de tantos pontos positivos é fácil pensar que os valores dos imóveis no Butantã sejam altos e inacessíveis, certo?! Mas não, pelo contrário! O valor do m2 aqui varia bastante, começando com cerca de 5 a 7 mil o m2, dependendo da região e condições dos imóveis.

A decisão de morar no Butantã então deve envolver, naturalmente, o estilo de vida que você e sua família levam.

Se você tem filhos em idade escolar, vale pensar em se estabelecer em regiões próximas as unidades da Escola da Vila ou da USP. Atualmente temos três opções de residências disponíveis a menos de 5 km da Universidade. Você pode escolher entre um bela residência projetada pelo arquiteto Ruy Ohtake, ou por essa casa já reformada e super integrada a natureza.

Mas se o seu negócio é colocar mãos à obra, sugiro olhar essa belíssima residência, e sonhar com a construção do seu futuro lar aqui.

Se o seu perfil é mais tranquilo, e viver literalmente ao lado de um dos grandes pulmões verdes do bairro é prioridade, sugiro dar uma olhada nessas três casas que estão ao lado do Parque Previdência. Aqui tem casa térrea reformada, casa com piscina e casa com jardim.

Está começando a vida e quer um apê bem localizado, ao lado do Metrô Butantã, num prédio icônico extremamente bem cuidado? Sugiro dar uma olhada nesse apê original do Edifício Quatiara!

O fato é que o Butantã é um dos bairros mais interessantes de São Paulo, que reúne como poucos características singulares que podem transformar seu jeito de viver a vida na cidade grande.

compartilhe

sobre o autor

Renata NogueiraCorretora Associada

Nascida na capital paulista, se mudou aos 18 anos para o Rio de Janeiro, onde graduou em Arquitetura e Urbanismo, e concluiu seu mestrado em Memória Social, estudando os cemitérios como patrimônio ...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 98445-2770
renata@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?