logo

camping e isolamento: da dificuldade, a oportunidade!

Voltar
Por Rafael Sorrigotto
camping e isolamento: da dificuldade, a oportunidade!

tempos de crise são tempos de nos reinventarmos, certo?
pois é, oportunidade – durmo e acordo pensando: um dia por vez.

começamos o isolamento perto do dia 10 de março e, dia após dia, foi chegando o final do mês de março. com isso, a cada dia, aproximando-se o aniversário de 14 anos do Allan.

uma baita preocupação pra gente porque, para além do desafio de manter as crianças entretidas e confiantes com toda essa incerteza e risco que nos bate à porta, tínhamos que pensar em algo que servisse como uma boa recordação pro nosso mais velho.
vamos aumentar o nível de dificuldade? vamos!
pois bem: antes dessa bagunça toda no mundo, um lindo calendário escolar existia (e fazia sentido!). e nesse calendário, no dia primeiro de abril, dia que o grandão faria 14 anos, a turma dele todinha iria para um acampamento, a maior bagunça! pensa na ansiedade que estava o menino?

confesso que chorei.
uns dois dias antes, me senti o pior pai do mundo.

às vésperas do aniversário dele, eu sem presente, só com algumas ideias de bolo, doces. e só!
como é de praxe, após as crianças dormirem, eu e o STU sentamos à mesa pra “respirar”. ouvir uma música baixa, assistir algum episódio de série atrasada ou só ficar jogando papo fora. mas nesse dia eu estava bem chateado com isso tudo, zero ideias de como dar a volta por cima.

até que lembramos que temos uma família no prédio.
família mesmo, amigos do peito com quem contamos pra tudo. e foi aí que lembramos da nossa primeira festa no prédio, com esse grupo de amigos. vários casais novinhos e cheios de álcool na cabeça que, lá pelas tantas, tiveram uma ótima ideia: montar a barraca de camping e entrar nela, no meio da sala, pra conversar.

– É ISSO!
– vamos pedir emprestada a barraca da Nati e do João! <3

resultado: teve festa, teve parabéns em família via conferência, teve bolo delicioso e teve camping sim, em família e na sacada!
da baita dificuldade em pensar o que fazer pra criarmos uma memória afetiva legal desse aniversário, digamos diferente, uma baita oportunidade – a custo zero – de darmos mais um laço bem apertado nesse afeto gigante.

       

é difícil, mas jajá passa!
juntos, cada um na sua. 🙂

compartilhe

sobre o autor

Rafael SorrigottoSócio-Proprietário

Arquiteto por formação, corretor por paixão e cozinheiro no tempo livre! Formado pela UNESP, cursou pós-graduação na FIA Business School em Negócios do Mercado Imobiliário. Após anos tr...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 99822-7266
rafael@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?