O urbanismo no dia-a-dia de um corretor de imóveis

Voltar
por Luciano Rodrigues

As descobertas recentes que tenho feito no dia-a-dia como corretor de imóveis lincadas ao meu trabalho anterior no urbanismo.

PROPÓSITO:

Aos 17 anos quando entrei na faculdade, não sabia responder o que era Arquitetura e não imaginava me deparar com tantas possibilidades de atuação profissional. Já nas primeiras aulas do curso um assunto já me chamou a atenção: Urbanismo!

De cara me interessei por apreender sobre a formação das cidades, o planejamento urbano e as leis de uso e ocupação do solo.

Esse encanto perdurou pelos anos de faculdade e logo no início da carreira tive a oportunidade de trabalhar na área.

O Urbanista deve estudar um terreno, analisando seu relevo e as áreas de preservação ao meio ambiente; conhecendo a fundo os potenciais de paisagem e regiões mais e menos valorizadas, entendendo que cada terreno é único.

Depois ler as legislações municipais e traduzi-las na forma de desenho. Surgem no papel as ruas, calçadas, praças e lotes.

É necessário, definir a proporção ideal do lote e seu uso: uma residência, um predinho de apartamentos ou grandes lotes comerciais para implantação de supermercados ou galerias de lojas.

E depois de um longo processo, nasce um novo um bairro!

TRANSFORMAÇÃO:

Hoje vivo um momento de mudanças. Recém chegado à Refúgios Urbanos, aprendo uma nova profissão: corretor de imóveis.

Muito além de realizar a intermediação de compra e venda de imóveis ou avaliar a documentação para essa transação, o corretor sai a busca de novos negócios pela cidade e deve conhecer profundamente a sua região de atuação.

Assim, ando pelas ruas analisando o que faz um imóvel ser um Refúgio Urbano?

Encontro na experiência profissional anterior algumas respostas analisando a localização em relação ao norte, como o sol entra nas janelas, como é a relação do imóvel com os edifícios do entorno e se existem espaços ou recuos entre  prédios ou com a rua.

Na escala do bairro, é importante compreender a dinâmica de fluxos. Onde são as ruas de tráfego intenso ou qual a distancias que estamos de shoppings e escolas? Melhor se existir uso misto de residências próximos à comercio e serviços de modo que todas as necessidade diária dos moradores possam ser atendidas por uma curta caminhada de cinco ou dez minutos, como prega a teoria, criando uma Unidade de Vizinhança.

Hoje o desafio do Urbanismo é frear o crescimento descontrolado de nossas cidades, seguindo os parâmetros de sustentabilidade.

Em sintonia, percebo que nosso clientes buscam não depender exclusivamente do transporte automotivo particular. A busca é por locais que incentivam a circulação de pedestres e o uso do transporte coletivo para reduzir o tempo de deslocamento já que em um sistema sustentável deve sobrar tempo para desfrutar a cidade, seus parques e praças, estimulando o encontro de pessoas.

DESCOBERTAS:

O que tenho feito nos últimos dias é conhecer cada cantinho da Vila Buarque. E percebo que ainda há muito a descobrir na região onde vou concentrar minhas captações de imóveis. Completamente diferente do projeto de urbanismo, agora vejo a dinâmica da cidade em funcionamento. O organismo vivo que é o bairro que surgiu nos anos de 1880, com a possibilidade trazida pela linha férrea para fazendeiros de café morarem na capital.

Se no passado o bairro abrigou muitos casarões da classe nobre de São Paulo, com o decorrer dos anos ele passou pelo processo da verticalização.

Muito antes do atual plano diretor do município de São Paulo (PL688/13) incentivar a fachada ativa como “novo” parâmetro urbanístico para dinamizar espaços e passeios públicos, já se tinha na Vila Buarque uma configuração de uso misto com térreos de edifício residenciais ocupado por lojas comerciais, garantindo uma personalidade e dinâmica única a essa região preferida dos artistas plásticos, arquitetos e urbanistas, que como eu, amam olhar a cidade em movimento.

Na rotina como corretor de imóveis percebo cada vez mais paixão pelo que fiz no urbanismo, e mais animação para encarar os novos desafios.

 

 

compartilhe

sobre o autor

Luciano Rodrigues

Urbanista e Paisagista, formado em Arquitetura, viu a possibilidade de mudar sua carreira atuando na Refúgios Urbanos ao lembrar do passatempo de infância com sua mãe visitando stand de vendas e de...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 97292-2942
luciano@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?