Dança circular, no Ibirapuera tem , entre na roda e se integre.

Voltar
Sem categoria

Dança circular nos Parques de São Paulo, uma forma de se conectar com pessoas, sons e movimentos.

Quando vivi a maternidade, abandonei trabalho e me distanciei das atividades físicas pesadas, como corrida, bike e futebol, conheci este projeto, dança circular,  através de uma amiga e me dei este presente, todas as manhas de Quarta e tardes de Quinta, era eu comigo mesma e ao mesmo tempo interagindo com pessoas, que nunca tinha visto na vida, compartilhando energia, sorrisos e movimentos. Um momento de reflexão e de conexão com o Todo.
Pessoas que estavam passando por depressão, tratamentos de doenças, também encontraram na dança uma força e apoio para seguirem em frente.

Todas as quartas-feiras de manhã, e quintas-feiras a tarde, um grupo de diferentes tipos de  pessoas se reúnem em Moema no Parque Ibirapuera para dançar em roda.  As pessoas dão as mãos e formam uma roda e embaladas por vários tipos de musica seguem os comandos da  professora Estela Gomes.

“O círculo é uma forma universal. É a forma que representa a totalidade, onde todos somos um, onde não tem ninguém maior ou menor que o outro. Todos estamos equidistantes de um centro comum e isso dá um sentido de pertencimento, de pertencermos a uma comunidade”, explica Estela.

A Dança Circular é cooperativa por natureza. As pessoas estão sempre  buscando caminhos para harmonizar e viver nas  diferenças, este tipo de interação  nos leva neste caminho.   Em roda, de mãos dadas, olhos nos olhos, o resgate das danças folclóricas traz  a ancestralidade à flor da pele e conecta cores, raças, tempos e espaços, acessando outros níveis de consciência e percepção. Esta prática prepara o ser humano para uma nova etapa da humanidade, onde harmonia e paz serão reflexos de atitudes de cooperação e comunhão.

E ai , gostou ?? Visite um dos  endereço abaixo e permita-se dançar !!!!

Alguns parques para praticar a dança circular em São Paulo:

ZONA SUL

Chácara do Jockey – Vila Sônia (Às terças, das 19h às 20h)
Cordeiro Martin Luther King – Chácara Monte Alegre (4° sábado do mês, às 9h30)
Ibirapuera – Vila Mariana (Às quartas, das 9h às 11h e às quintas, das 15h às 17h
Lina e Paulo Raia – Jabaquara (Às terças, às 9h)
Severo Gomes – Granja Julieta (Segundo e quarto sábado do mês, das 10h às 12h)

CENTRO

Jardim da Luz – Luz (2º domingo de cada mês, a partir das 9h)

AV. PAULISTA

Tenente Siqueira Campos (Trianon) (Terceiro domingo do mês, das 10h às 12h)

ZONA OESTE

Parque da Água Branca (No último domingo do mês, às 10h)
Parque do Povo (Às terças, das 9h às 10h)

ZONA LESTE

Carmo – Itaquera (Às quartas, das 9h às 10h30)
Ecológico Chico Mendes – Vila Curuçá (Às terças, das 7h às 8h)
Parque do Piqueri (Primeiro domingo do mês, das 9h às 11h30)

ZONA NORTE

Pinheirinho D’àgua – Pirituba (Às terças, das 7h30 às 8h30 e às quintas, das 8h às 9h)
Parque São Domingos (Às quintas, das 10h15 às 11h15)

 

compartilhe

sobre o autor

Claudia Bianco

"Tudo na vida é uma troca de experiências e vivências, onde o bem do outro é sempre benefício nosso" Basta trocar poucas palavras com a Claudia para, logo no primeiro momento, percebermos a le...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 99984-4334
claudia@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

× Como posso te ajudar?