Edifício Armoni

QUERO MORAR AQUI!

Descrição

Assimetria Moderna

Em uma das área mais nobres e privilegiadas da cidade, entre importantes vias comerciais e de serviços, está o incomum Edifício Armoni, obra do arquiteto Pedro Paulo de Melo Saraiva, concluído em 1976. Localizado na esquina entre a Rua Rio Preto e Barão de Capanema, exatamente entre a Oscar Freire e a Rua Estados Unidos e a menos de 100 metros do Clube Paulistano, o edifício com fachada dinâmica é destacado pelos contrastes de planos de estruturas modulares de concreto protendido.
O complexo jogo de linhas, somado à variedade dos efeitos de planos, superfícies quadriculares e volumes criados na fachada Noroeste, cria uma animação plástica evidenciada pela assimetria. No geral, é um edifício de massa compacta, fechada, harmoniosa, mas pesada, cuja força resulta dessa pretendida fisionomia composta por elementos independentes que, quando unidos, assumem um caráter indissociável. Essa massa total com experiência de fachadas livres e com volumes flexíveis é dotada de um arranjo interno em planta de muita complexidade.
As fachadas foram particularmente elaboradas, o desencontro entre janelas e peitoris, impede a alternância monótona de faixas horizontais uniformes, ao mesmo tempo que conserva o uso de um material padrão, garantindo unidade visual das lajes em toda a construção.
Os brises soleil verticais e fixos, um quadriculado de concreto, utilizados plasticamente no tratamento da face voltada à Noroeste causam um efeito de quebra na continuidade do plano da fachada muito acentuado com estruturas salientes, evidenciando o contraste entre a forma absolutamente plana da fachada lateral, com a agitação daquela voltada à Rua Rio Preto. A fachada voltada a Rua Barão de Capanema apresenta esquadrias dispostas em faixas longitudinais ininterruptas. Todas as janelas, alternadamente opacas e envidraçadas, contam com movimento basculante no eixo central das venezianas de madeira, a fim de pa assegurar boa iluminação e ventilação.
O térreo e o mezanino do edifício abrigam grandes jardins, com vegetação de pequeno a grande porte, dotada de grandes recuos em relação às vias circundantes.
A circulação vertical está localizado no centro do edifício, interligando o hall social e de serviço de cada unidade.

O Edifício Armoni possui apartamentos com 360m² e 420m² de área útil, com 3 ou 4 dormitórios e 3 ou 5 vagas.

Texto: Marina Miraldo e Felipe Grifoni

 

Clique no link abaixo para saber como adquirir o livro Casas de São Paulo.

Quero o livro

Arquiteto:
Pedro Paulo de Melo Saraiva
Ano da Construção:
1976
COLABORE
× Como posso te ajudar?