Conjunto Nacional

QUERO MORAR AQUI!

Descrição

Foi proposta a continuidade do passeio público coberto por todo o conjunto, gerando espaços de uso coletivo. Sobrepõe usos que garantem animação, além de estabelecer várias cotas como desdobramentos destas atividades.

Assim, interliga o subsolo a jardins no quinto piso. As quatro galerias internas se encontram em um espaço central onde estão as prumadas de circulação vertical, compostas por rampas, elevadores e escadas rolantes. As rampas foram cobertas, no nível do terraço-jardim, por uma cúpula geodésica que permite a passagem de luz natural.

Toda a estrutura da cúpula é de alumínio. O desenho foi inspirado nos trabalhos que Buckminster Fullervinha desenvolvendo. A transposição não foi simples, o cálculo da estrutura, de aproximadamente 30 m de vão, demandou grande precisão.

O engenheiro Hans Eger viu o anteprojeto de Libeskind publicado e procurou o arquiteto, oferecendo seus trabalhos, que foram logo aceitos. A partir de um módulo hexagonal foi montada a volumetria, arrematada com uma única peça pentagonal de concreto no topo.

Esta peça se apoia no bloco elíptico que concentra a circulação vertical. Placas de plástico e lã de vidro foram moldadas pela fábrica de plásticos Goyania, especialmente para este projeto.

ESTRUTURA DA COBERTURA GEODÉSICA Hans Eger

Fonte:

http://au.pini.com.br/arquitetura-urbanismo/237/conjunto-nacional-de-david-libeskind-302145-1.aspx
Veja também :

http://au.pini.com.br/au/solucoes/galeria.aspx?gid=4273

Veja como é um apartamento no link abaixo :

http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/casa/como-habitar-um-icone/

 

Fotos: Carolina Belem

Clique no link abaixo para saber como adquirir o livro Prédios de São Paulo.

Quero o livro

×

Hello!

Click one of our representatives below to chat on WhatsApp or send us an email to hello@quadlayers.com

× Como posso te ajudar?