Sobre a Pausa: Ressignificados adquiridos na Quarentena!

Voltar
por Mariana Nogueira

Antes de ler esse post, recomendo uma pausa de alguns segundos. Faça uma respiração profunda, em silêncio total. Por alguns segundos apenas.

Quantas vezes a gente tem esse micro segundo durante o dia? Uma pequena pausa, apenas.

Acordamos (ou a maioria de nós como eu), com o despertador do celular, quando não fui interrompida algumas vezes na noite com o choro da minha filha (isso não é uma reclamação, apenas um fato).

Barulho da máquina de café, vozes do vizinho. Geladeira soando que ficou mal fechada. Gargalhada da filha. Mensagem que apita no celular. Que apita, que apita, que apita.

Barulho do chuveiro, da água. Das portas, dos pratos, talheres. (Proibido ligar TV de manhã). E assim começamos o dia: sons.

Barulhos bons e outros nem tanto. Sou muito ligada à sons, acho que ai está meu amor pelo sapateado também.

Mas compartilho tudo isso com vocês, porque descobri que meus pensamentos de maior qualidade estão escondidos no silêncio. Como sou hiperativa, me concentrar perante tantos sons (quando a atividade exige um esforço maior), nunca foi uma tarefa simples. E está ai a quarentena me ensinando algumas maneiras de me redescobrir.

Eu já suspeitava, mas eu realmente funciono mesmo na madrugada. onde o silêncio é total e dou ouvidos aos meus pensamentos. Gosto de ouvi-los. Silêncio. Como é bom desfrutar dele.

Pois é, sou do time “corujão noturno” e comecei a aprender e desenvolver nesse horário, algumas tarefas bem interessantes que estão me ajudando nos trabalhos do dia-a-dia, ainda mais sobrecarregados de serviços (de casa, de filho, de trabalho) que estamos nesse momento.

Vamos lá: uma valiosa dica que aprendi com a minha amada coach Solange Reis, a “ técnica Pomodoro” que é simplesmente parar TUDO por 25 min e se dedicar à alguma tarefa ou pendência. E como isso tem funcionado para mim? De madrugada. Óbvio que não preciso passar em claro, mas reservar esse tempo no silêncio, está me fazendo mais produtiva. Não importa o horário, descobrir o que funciona para você, é sempre um objetivo.

Mas antes de finalizar, queria ressaltar mais uma vez. Pause. Respire. Você tem se ouvido? Tem agradecido? Que momentos tem com você mesmo? Parece bobagem, mas ao exercitar pequenos momentos de pausa durante o dia, para mim, os dias fluem com mais leveza.

Deixo um desafio, que agora nesse período de isolamento, está me ajudando demais: a meditação. Posso escrever diversos benefícios científicos dessa prática e tal, mas não quero ir por esse viés.

Insisto na pausa. Nos pequenos silêncios. Comece com 1 mim, depois 3min. 5min, 15 e assim vai. Reserve esses pequenos momentos para você (não precisa ser na madrugada como eu), mas faça. Insista. Meditação não é não pensar em nada, mas apenas ir silenciando a mente. E isso traz um benefício imensurável. E pelo menos, assim está sendo para mim.

compartilhe

sobre o autor

Mariana NogueiraCorretora Associada

Não são muitos os casos onde alguém, como cliente, fica tão fascinado com os serviços de uma empresa, que depois almeja participar da mesma. Este foi o caso da Mariana, nossa cliente em 2017 e h...

Leia mais

Tel/Whatsapp:
+55 11 98280-5253
mariana@refugiosurbanos.com.br

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?